Total de visualizações de página

terça-feira, 5 de abril de 2016

Umbigo

A cidade de pedra me engole e me regurgita.
Os entorpecentes não fzem mais efeito.
Linguas venenosas me rodeiam.

Tento me esconder, fugir, me drogar.
Nada funciona!

A luz fere meus olhos,
E as lágrimas não tardam a rolar.

Quero abrigo!
Quero abrigo!
Quero abrigo!

Ah se eu pudesse me enfiar de volta dentro de meu próprio umbigo.